Diet H2SO4

Por que “Diet H2SO4″?

Deu vontade de dar um nome estranho pro meu blog, só isso.

Sou metida a blogueira há mais de 10 anos e meu estilo variou desde a fase “querido diário” até a “comentarista política”.

Não sei qual a minha necessidade de manter um blog, até porque não é um blog especificamente sobre moda, ou viagens, ou comida. É puramente pessoal. E acho que é por isso mesmo que o desafio é manter o blog ativo na medida do possível, sem surtar e escrever “hiatus”.

Qualquer dúvida, entre em pânico.”

 

Com isso, fica fácil entender o motivo de Amanda Loureiro estar no Cúpula. O blog é sensacional.

 

Acesse agora o Diet H2S04!

Solte seu Tweet!

O Acenda Uma Ideia trará posts falando do desenvolvimento de blogs. Não é um manual ou uma lista de regras, mas algo para trazer reflexão. Toda vez que você pensa ou repensa algo sobre o que faz, já permite que novos conceitos surjam para melhorar e, daí, uma ideia se acende.

Twitter.

Como diz a mídia tradicional, a rede de microblogs. O mais correto é dizer que se trata de uma rede social de mensagens de 140 caracteres em que você tem assinantes do seu conteúdo, que são seus seguidores.

Mas qual a importância do Twitter para um blog? Vamos analisar alguns aspectos:

1 – A relevância da pessoa: Não adianta você ter um ótimo blog mas o Twitter não ser uma boa ferramenta para divulgá-lo. O papo acaba aqui. A relevância não tem apenas a ver com a quantidade de seguidores, mas claro que isso ajuda. Há todo um ciclo aqui.

Você tem seguidores quando produz conteúdo relevante, e seu conteúdo se torna mais relevante pelo número de seguidores. Uma piada bem sacada, uma observação ou um anúncio garantem o interesse de mais pessoas, que exponencialmente transmitirão isso a outras.

Daí vem o RT, que é quando o usuário retransmite seu tweet. NÃO FIQUE PEDINDO RT TODA HORA. A pessoa recomenda o que quer e gosta – afinal, aquilo fica no perfil dela, tem a assinatura dela e quanto mais você pede, mais desesperadora parece sua situação.

(Ah, e busque resumir seu tweet. Para a pessoa dar RT, o ideal é indicar o autor original. Se não, se conhece o milagre e não o santo)

Além do seu conteúdo, você comenta outras coisas e responde tweets alheios. Mas, quanto mais você faz isso, mais fácil é pro seu seguidor se perder entre as mensagens. Nisso entra a parte 2:

2 – Twitter próprio: Você manda duzentos mil tweets por dia? Ok, pode até divulgar o seu link mais vezes, mas existirão outros assuntos ali. Por isso, é bom considerar a opção de criar uma conta para seu blog, principalmente se não há uma periodicidade (dia e hora) para os posts.

Se o seu blog é atualizado toda quinta, seus seguidores sabem que toda quinta haverá um tweet de post novo, ok. Bobeando, já vão direto no blog. Ponto pra você. Mas se você lança conteúdo todo dia, ou não tem ponto certo (os dois extremos), tente focar, concentrar esforços.

Uma conta própria do blog, atualizada de forma manual ou automática (TwitterFeed puxa o feed do seu blog para o twitter), dá ao internauta uma opção concentrada. O twitter @CupulaBlogs fala somente das atualizações do site principal, algumas dos blogs relacionados, e faz anúncios oficiais. Nenhum aspecto pessoal entra em questão. A pessoa segue o perfil do Cúpula e, quando vê que tem mensagem nova, sabe que é focada naquilo.

Saiba separar perfis, entretanto: mensagens pessoais no perfil focado tiram o propósito, e só mensagens de posts no perfil pessoal dão a impressão de que seu perfil pessoal está largado.

3 – A relevância do próprio conteúdo: Saiba com quem você está falando e como divulgar isso. Se você fez um texto sobre algo específico, não use termos subjetivos. “Olha, fiz um texto sobre o Governo Dilma… Vou divulgar com o termo ‘governabilidade’!”… Vai na fé, mas “O que você acha do Governo Dilma?” acerta muito melhor.

Nisso do conteúdo vai o horário. Se o seu blog é específico, veja que horário fica melhor. Você faz resenhas de lançamentos de cinema? Então o ideal seria sair algo na sexta-feira. Mas 19h não dá, porque a pessoa já está no cinema. Sacou?

A partir daí, se cria a fidelização. Como dito no ponto 2, a pessoa passa a nem precisar do Twitter. “Hoje é sexta-feira, tem texto novo!”

4 – Não existe a Fórmula Certa. O que existe é você entender com quem você está falando e do que está falando. Algumas pessoas simplesmente apagam os tweets que não tem repercussão. Isso é válido? Não? Difícil saber. O que é certo é que forçar ter seguidores, com qualquer tipo de “trapaça”, te dará má fama.

Escrever, escrever, escrever…

O Acenda Uma Ideia trará posts falando do desenvolvimento de blogs. Não é um manual ou uma lista de regras, mas algo para trazer reflexão. Toda vez que você pensa ou repensa algo sobre o que faz, já permite que novos conceitos surjam para melhorar e, daí, uma ideia se acende.

Escrever é muito divertido, e é um dom. A questão de poder expressar suas ideias e opiniões de forma clara é fundamental para a própria sobrevivência da humanidade.

Mas um blog é um espaço que precisa de textos que não sejam apenas verdadeiros para o público, mas também para a pessoa que escreve. Quando você escreve para uma “mídia tradicional”, como jornal ou revista, geralmente coloca tudo sob uma perspectiva mais impessoal. Você não tem ideia de quantas e – principalmente – quais pessoas lerão seu texto. Não adianta escrever algo com gírias jovens e, ao final, descobrir que pessoas acima de 50 leram seu texto e o acharam enfadonho.

Já blog é diferente. A possibilidade de interação através dos comentários e das redes sociais já dá um retorno direto e rápido do público. Ele se torna participante, influente, decisivo.

E isso também muda como você deve escrevê-lo. As pessoas vão a um blog esperando ver a sua visão do mundo. Não porque ela é a única que importa, mas porque importa por motivos subjetivos. Não adianta você se fechar pro mundo, porque você só adquire ideias e experiências vivendo, da forma mais clara que puder.

Porque, se você não se coloca no texto, mesmo que não fale de você, soa falso, sem graça, sem vida. E o blog fica desinteressante.

Escreva, e escreva como se não houvesse amanhã, e como se houvesse. Escreva de forma que você queira ler depois. É a forma mais sincera de escrita.

Escritor de Meia Pataca

Escritor de Meia Pataca é o blog de Tiago “The Portal” Soares, Diretor de Criação na Kombo Podcasts (www.dimensaonerd.com) e criador compulsivo.

No blog, Soares traz textos, contos e criações a mil, tornando o blog leitura obrigatória para quem curte boas letras.

Confira: www.cupulablogs.com/escritordemeiapataca

Flower Power

Flower Power é o blog de Shaiala “Laila Flower” Marques, blogueira e podcaster, figura há dois anos como âncora do podcast Dimensão Nerd, na Kombo Podcasts (www.dimensaonerd.com).

Laila Flower é um personagem – uma faceta divertida de Shaiala. Voltada para a atuação em blogs, podcasts e Twitter, Laila é o ânimo de diversão de uma advogada.

Shaiala é advogada, especializanda em direito dos contratos e responsabilidade civil e trabalha no escritório Shaiala Marques Advocacia Contratual.

Confira: www.cupulablogs.com/flowerpower

Fala Série Schias

Fala Série Schias é o blog com maior número de resenhas de séries, já passando de 4 mil resenhas.

Nele, uma equipe assiste e diz o que achou de cada seriado, com textos mais aprofundados e divertidos. E você pode participar desta equipe!

Confira: www.cupulablogs.com/falaserie