Category Opinião

E a Veja falou de podcasts

E a Veja desta semana falou de podcasts.

Em uma matéria de quatro páginas, a revista fala sobre o formato, suas vantagens, o fenômeno Serial, e ainda fala com Leo Lopes, Alexandre Ottoni e Jurandir Filho.

Depois disso, muita gente veio me dizendo que a matéria estava atrasada, porque o entusiasmo da turma que produzia podcasts e era toda amiga acabou.

O que vem agora, aqui, é a opinião de Vinícius Schiavini. Ok? Ok.

Houve, sim, a época em que o pessoal fazia só por paixão, e muitos eram amigos. Legal. Mas a verdade é que muitos podcasts dessa época eram no mesmo formato do Nerdcast, e ficavam chateados por não chegar no mesmo objetivo. Lembro de dois pods que tinham basicamente as mesmas pessoas, só alternando âncora. Sim, isso murchou, e muitos desses acabaram...

Read More

Pedestre, este ser incompreensível

por Amanda Loureiro

Sempre achei normal ciclistas andando na calçada. Nada de mais. Eles não estão necessariamente correndo, estão atentos, desmontam da bicicleta se tem muita gente ou simplesmente desviam e andam na rua.

Existe um gadget incrível criado especialmente para as bicicletas. Eles são muito parecidos com isto:

Normalmente são usados para chamar a atenção de pedestres quando estão caminhando na frente de uma bicicleta cujo ciclista precisa fazer uma ultrapassagem pela calçada.

Calçada. Um domínio que parece que é defendido com unhas e dentes pelos pedestres.

Sábado eu estava andando pela ciclovia, a qual é interrompida por uma grande avenida, num cruzamento longo e perigoso. Tem até um semáforo para bicicleta...

Read More

15 ANOS

por Edson Oliveira

Semana passada, minhas caçulas comemoraram seus quinze anos. Na verdade, o aniversário delas foi em fevereiro, mas dificuldades com os preparativos adiaram a festa.

Mas, é isso. Quinze anos. Olho para as duas e penso: o quanto minha vida mudou durante esse tempo? E a delas, então? Quanta evolução.

E o mundo? O mundo mudou muito em quinze anos.

E a sua opinião? Ela mudou em quinze anos?

Suas crenças, suas dúvidas, suas certezas, suas amizades, seus trabalhos, suas expectativas.

A questão não é filosófica, é prática.

O assunto que eu quero tratar aqui é justamente a criação de filhos.

Pensando: se minhas certezas podem mudar, como poderia eu moldar a mente e o coração de meus filhos, quando eles podem ter suas próprias certezas?

Meu avô passou um ensin...

Read More

A “prisão” do casamento

por Drugue

Como todos já devem estar cansados de saber, eu me casei, e essa nova fase da minha vida vem me mostrando coisas que eu sinceramente nunca esperava encontrar. Cada dia é uma nova experiência e uma nova descoberta, e cada desafio me faz ver que eu, com toda certeza, escolhi a mulher certa para estar ao meu lado todos (ou quase todos) os dias da minha vida. Mas uma coisa interessante que eu também acabei descobrindo com o casamento é que muitas das pessoas que pensam em casamento não fazem a mínima ideia do que ele realmente representa.

Eu sabia que muitos amigos e até desconhecidos iriam vir me perguntar como era estar casado. O que me surpreendeu MUITO é o fato de que essas perguntas em 99% das vezes não são sobre o casamento em si, mas sim sobre como manter sua “indi...

Read More

Equilíbrio desequilibrado

por Shaiala “Laila Flower” Marques

As vezes as coisas são estranhamente engraçadas. Não me refiro a qualquer coisa em tom cômico, ou que faça rir. Ainda assim, há graça.

O equilíbrio, por exemplo, só pode ser considerado equilíbrio se é estático. Nisto, equilibrar uma bandeja de taças acima da cabeça é o fato final onde se alcança equilíbrio. Contudo, se todas as taças caem no chão e de alguma forma estranha e coincidente a bandeira se equilibra, vazia, sobre um pedaço de taça quebrada, poderemos dizer que ela está em equilíbrio.

Ao malabarista desastrado, talvez este equilíbrio baste...

Read More

Um Passo de Cada Vez

por Edson Oliveira

Uma pergunta: Qual foi a sua inspiração para começar a pintar, desenhar, escrever, cantar, tocar, correr ou lutar? Resumindo, o que te fez sonhar alto?

Outra pergunta: o que te fez parar? O que puxou seus sonhos para baixo?

Sempre falamos de grandes inspirações, grandes pensamentos, grandes autores, grandes atletas, aquelas pessoas para quem um dia olhamos e dissemos: “Taí, quero ser igual a esse cara.”

Mas, na grande maioria das vezes, desistimos de nossos sonhos, e nem lembramos o porquê.

Não estou aqui para escrever um texto de autoajuda, e dizer que você é o único responsável pelo seu sucesso ou fracasso.

Nada disso...

Read More

Não Existem Recomeços

por Edson Oliveira

Para o meu texto de estreia no Komblog, pensei em escrever sobre algo poético, como os festivais de flores em Tóquio. Depois, pensei em trazer algo novo, envolvendo ciência e tecnologia, como a recente descoberta de cientistas, que criaram células-tronco a partir de células antigas, simplesmente acrescentando ácido a elas.

De repente, percebi como as duas coisas tem semelhanças entre si, e que isso encontra um paralelo em nossa vida.

Os festivais de flores do Parque Ashikaga, principalmente das flores de cerejeira, e os túneis de glicínia, representam não apenas um espetáculo de beleza, mas o símbolo da renovação e perseverança do povo japonês.

De igual modo, as pesquisas com células-tronco, que são motivo de várias discussões éticas, representam uma cha...

Read More

ZTD ou Como o Drugue está tentando se organizar!

por Drugue

2013 foi um ano de mudanças para mim. Em Abril eu me casei, e com isso uma nova fase se iniciou na minha vida. Uma fase maravilhosa, mas que ao mesmo tempo trouxe mais responsabilidade. Durante um tempo eu fiquei meio que parado na vida… Cuidava da minha esposa, da casa, trabalhava e só. Não estava mais vendo séries, jogando games e nem escrevendo, não porque minha esposa tinha algo contra essas atividades (na verdade, ela curte e participa comigo), mas porque eu não conseguia achar tempo para isso.

Eis que surgiu na minha vida o efetividade.net. Na verdade, eu já seguia o site durante um bom tempo, mas nunca tinha usado as técnicas apresentadas no site...

Read More

Here, kitty kitty

por Amanda Loureiro

Então eu quero ter um gato.

image

A Shaiala que me perdoe, mas diferentemente do que as pessoas “cachorreiras” pensam sobre gatos, eu os acho uns bichos bem estúpidos. Tapados. Bobalhões. E por isso curto eles por sofrerem calados.

Um gato jamais vai demandar a sua atenção fazendo barulho e entrando em uma espiral de desespero. Eles são classy attention whore.

Um gato nunca vai grunhir porque sabe que vai ficar sozinho, tampouco fazer aquela cara de “Vo-vo-você vai me de-deixar aqui? Sozinho? Faminto e com frio sozinho e com frio e faminto??

Um gato pode te odiar por quarenta minutos se tu o coloca repetidamente em cima de uma mesa só porque te deu vontade de colocar o gato em cima de uma mesa (e, se ele ficar à vontade na mesa, troca-se de lugar para prolongar o ód...

Read More

Uma Reflexão sobre a Beleza

por Claudio, o Dragão Dourado

Sabe, já me peguei conversando com muita gente sobre a beleza, e essa é uma palavra tão sutil, tão subutilizada… No mundo de hoje, as pessoas querem ser mais bonitas, e não sabem o quanto é relativa a beleza. Para uns são seios fartos, para outro um corpo proporcional, para outro uma bunda bem definida, ou um abdômen tanquinho e, se for conversando, vai achar mil respostas diferentes sobre o que é beleza, mas quase todas são relacionadas à beleza física.

Mas beleza física é o único tipo de beleza? Óbvio que não. Existem muitos tipos de beleza, e muitos não são levadas em conta. Bom, vou dar a vocês o que entendo por beleza, principalmente olhando uma pessoa, pra vocês terem uma ideia do que quero dizer.

Para mim, beleza envolve muito mai...

Read More

Eu adoro O Triângulo!

por Vinícius Schiavini

Olha, como autor e também como ouvinte, posso dizer que a Kombo já produziu vários clássicos, como a entrevista com Dani Koetz ou o Cadeia de Eventos e seu “reboot”. Mas nada ainda tirou o posto de meu favorito de O TRIÂNGULO.

Ao meu ver, é uma obra tão redondinha, tão fechada, tão boa, que dá gosto ouvir de novo, e de novo, e de novo…

Já ouviu? Se já ouviu, ouça de novo. Se não, eis a chance. A parte 1 ESTÁ AQUI, SÓ CLICAR AQUI... enquanto a parte 2 ESTÁ NESTE LINK AQUI, Ó.

Bom, mas aí eu achei uma boa ideia explicar alguns dos motivos pelos quais O TRIÂNGULO é tão legal! Bora comigo?

1 – É uma obra dividida em duas partes, mas escrita de uma vez...

Read More

Eu vou chamar os Tiras!

por Vinícius Schiavini

Pra saber:

O que vocês achariam de tirinhas com piadas sobre os bastidores da Kombo?

Read More