#1709 – vendo Comedians in Cars Getting Coffee

Vendo Comedians in Cars Getting Coffee e, anteriormente, a volta do Dave Letterman, e lembrei o quanto adoro comédia inteligente e uma boa conversa…

… e aí lembrei da minha ideia de voltar com o Tediummm.

É engraçado: tenho duas prateleiras novas no escritório. A mudança não é grande, mas ao mesmo tempo tudo parece diferente. Já notou como, mudando uma coisinha na parede, tudo parece diferente?

#1706 – “side to side”, Ariana Grande

É sempre legal ser convidado pra podcasts dos outros.

Poucos sabem, mas sou membro honorário (leia-se “reserva”) do Por Trás da Máscara, do portal Terceira Terra, focado na indústria dos quadrinhos.

Adoro ouvir e, quando possível, participar. Em uma edição, os lançamentos da semana e notícias. Na outra, o que lemos.

Recomendo.

http://www.terceiraterra.com/ptdm/edicao-265/
http://www.terceiraterra.com/ptdm/edicao-266/

Media preview

Media preview

#1705 – ‘dog days are over’, Florence + The Machine

Feliz 2018.

O ano começa, e mal começou, e eu tive três ideias.

É uma droga ter mente criativa de vez em quando.

Bom, é o ano em que estou fazendo minha própria agenda, meio que literalmente, e quero me desenvolver mais como pessoa, me apresentar mais. Ao mesmo tempo, serei um pouco mais egoísta. Hora de cuidar de mim, sei lá.

Engraçado que isso não significa que vou deixar de aprontar. Só aprendi a aprontar de outro jeito.

É um novo ciclo, então aproveite e faça acontecer.

#1704 – ‘rocketman’, Elton John

Comecei a rever Californication. Vi o piloto ontem.

Ignoremos a quantidade de seios que o episódio aparece, ainda mais de Madeline Zima, essa moça linda.

 

Meu Deus, como ela é linda.

Mas a questão é que não só David Duchovny tá mandando bem, mas Hank Moody é um personagem completo de cara. Complexo, cansado, rabugento… e ainda encarando a deturpação de sua maior obra e a perda do amor de sua vida.

Nunca me vi tanto num personagem como este.

#1703 – ‘falling to pieces’, Faith no More

Perspectiva, algo engraçado.

Cinco anos atrás, uma escola me procurou para eu ir trabalhar lá. Basicamente, eu ganha X na Aliança (onde comecei em 2010 e estou até hoje), e lá eu ganharia 4X por um período fixo de 17-22 de semana e 8-12 de sábado.

Depois, chegaram a falar em 8X pra também trabalhar de manhã, mas isso morreu logo.

Ok. Vou já colocar que, sob orientação de Shaiala, toda vez que eu falava em CONTRATO, os diretores sumiam. No primeiro sábado, quiseram me dar uma aula pro sábado a tarde.

Mas o mais engraçado era: eu não tinha aulas.

Terminei um livro e TODOS os episódios de séries que eu tinha pendentes. Em duas semanas, eu tive uma ou duas aulas no máximo. E ficava com aquele tempo ocioso absurdo, que comecei a usar fazendo outras coisas.

Outro dia vi a fachada dessa escola de novo. Ainda está lá, e ainda deve ter professor lá lutando pra ver se tem aula e se é pago.

Mas professor de inglês é tratado assim por muitas escolas, viu.